Telefone: De Graham Bell a Steve Jobs
Fale conosco (86) 98825-6602

Telefone: De Graham Bell a Steve Jobs

Nesse capitulo você vai saber tudo sobre o surgimento do telefone e suas evoluções até hoje e o que será que Graham Bell e Steve Jobs tem em comum?


Por Matheus Lima


O Inventor

Graham Bell

Em 03 de março de 1847 em Edimburgo na Escócia, nasce a pessoa que um dia iria fazer uma descoberta incrível, Alexander Graham Bell. Ele dedicou grande parte de sua vida a encontrar um meio de transformar o som em energia e efetuar sua transmissão por um fio. Sua mãe e sua mulher sofriam de deficiência auditiva, por isso ele aprendeu muito cedo a linguagem de sinais. Esse conhecimento fez dele professor de uma escola para surdos em Boston, onde chegou em 1871. Foi no estabelecimento que ele conheceu a mulher, Mabel Hubbard, com quem teve quatro filhos. O cientista faleceu em 02 de agosto de 1922.

A Descoberta

A invenção do telefone teria ocorrido de maneira acidental, para aperfeiçoar as transmissões do telégrafo, que têm conceitos estruturais muito semelhantes. Tendo bons conhecimentos de música, Graham Bell percebeu a possibilidade de transmitir mais de uma mensagem ao longo do mesmo fio de uma só vez na concepção de "telégrafo múltiplo". As experiências foram apoiadas por um auxiliar, Thomas Watson. As pesquisas posteriores tinham como objetivo o desenvolvimento de uma membrana para transformar o som em corrente e reproduzí-lo novamente no outro lado. O sucesso aconteceu em 10 de março de 1876. As primeiras palavras transmitidas por Graham Bell foram: “Senhor Watson, venha cá. Preciso falar com o senhor”, após um acidente no laboratório.

Polêmicas

No entanto, as polemicas envolvendo a patente desse projeto foram enormes, horas antes o estudioso Elisha Gray também registrou a patente do telefone. Houve resposta ao Tribunal dos EUA a pelo menos 600 ações movidas por Gray reivindicando a invenção. No entanto, Bell ganhou todas. No ano seguinte, Graham Bell fundou a Companhia Telefônica Bell, que tornou-se, posteriormente a American Telephone & Telegraph, a maior companhia telefônica do mundo.

A evolução

Inicialmente, poucas pessoas tinham telefones e, poucas pessoas podiam se comunicar. Assim, para uma pessoa falar com outra, era preciso dois telefones e um par de fios (dois fios) interligando os telefones. A seguir, alguns tipos de telefones que evoluíram através do tempo em sua forma, tamanho, material e cores.

historia-telefone-evolucao

O crescimento das telecomunicações levou ao aparecimento de cabos (conjunto de pares de fios). Isto facilitou a interligação dos telefones a longas distâncias. Surge, também, a necessidade de concentrar estes cabos em um único ponto (prédio), de forma que, através de equipamentos instalados, pudessem ser feitas as ligações entre os assinantes (telefones).

evolucao-expansao-sistema-telefonico

Aparecem, então, as Centrais Telefônicas e as Redes de Cabos e Fios para interligar os assinantes (telefones). Inicialmente, as Centrais Telefônicas eram manuais, isto é, eram as telefonistas que faziam as conexões entre os assinantes. Sendo assim, era necessária a presença de um operador (telefonista) que, atendendo ao pedido de um assinante, conectava (ligava) dois aparelhos através da mesa telefônica manual. Na central telefônica havia, então, tantos pares de fios quantos telefones nela instalados, que vinham de diversas residências ou escritórios e ficavam ligados a interruptores ou tomadas em um painel de controle.

mesa-telefonica-telefonista-central-telefonica

Ao terminarem a conversa, as pessoas colocavam seus telefones no gancho, porém seus fios continuavam ligados na central telefônica. Nas centrais mais antigas, a telefonista precisava ouvir as conversas, de vez em quando, para ver se já tinham terminado e só então desligava as duas linhas. Já nas centrais mais modernas, dispositivos como lâmpadas que acendiam, ou janelinhas que se abriam na mesa da telefonista, avisavam quando as pessoas haviam desligado seus aparelhos. Com a evolução da tecnologia, as centrais tornaram-se automáticas, ou seja: passaram a funcionar sozinhas e a fazer as ligações sem a necessidade da telefonista. Os aparelhos telefônicos passaram a ter discos para gerar pulsos elétricos que sinalizavam, para a central, o número do assinante com o qual se desejava falar.

Hoje em dia, os aparelhos telefônicos possuem teclados, através dos quais são digitados o números dos telefones de onde se deseja falar.

telefone-disco-telefone-teclado

As centrais telefônicas automáticas, inicialmente, eram puramente mecânicas (engrenagens, motores e terminais). Com o passar do tempo, evoluíram para centrais eletromecânicas (dispositivos elétricos e dispositivos mecânicos). Atualmente, as centrais telefônicas são como grandes computadores que executam todas as tarefas.

centrais-telefonicas

 

Agora que você já entendeu como foi inventado e a funcionalidade dos telefones, passamos agora para um passado não muito distante...

Em 1978 no Japão foi ativada a telefonia móvel de celular. Hoje em dia, os telefones móveis são objetos indispensáveis na vida do homem moderno

Ilustração de telefones

Foto mostra a evolução do telefone fixo ao celular

A EVOLUÇÃO DOS SMARTPHONES! COMO TUDO COMEÇOU?

Os smartphones fazem parte do dia a dia de bilhões de pessoas pelo mundo! Hoje em dia é quase impossível entrar em algum lugar coletivo (transportes públicos, restaurantes e bares) e não se deparar com uma enorme quantidade de pessoas vidradas nas telas dos seus celulares. Mas sabemos que nem sempre foi assim, houve uma época em que ter um telefone móvel era artigo de luxo! Mesmos aqueles com um tamanho que mais lembrava um tijolo! Pode parecer estranho, mas a verdade é que os smartphones (tão úteis em nosso dia a dia) só ganharam o planeta há poucos anos.

Conheça a evolução do telefone celular

Acredite ou não, a história dos telefones móveis começou há mais de 40 anos! Foi através do Motorola DynaTAC que um engenheiro realizou a primeira ligação feita por um celular. Do protótipo desse modelo, a Motorola desenvolveu uma trajetória de inovação e ousadia que marcaria o planeta. Em 1973, outro engenheiro da Motorola faria a primeira ligação pública feita com um aparelho móvel e desde então, uma corrida incrível por tecnologia e praticidade tomou forma.

 C:\Users\Adriel Lima\Downloads\180px-DynaTAC8000X.jpg

Dez anos depois, o Dynatac 8000X começou a ser comercializado. Com nada discretos 33 centímetros de tamanho, ele era um aparelho móvel, mas de difícil manejo. A bateria precisava ser carregada a cada oito horas mesmo sem uso ou apenas com uma hora de conversação. Outro detalhe interessante é o preço: nada menos que quatro mil dólares na época, o que equivale hoje em dia cerca de 10 mil dólares.

Como pudemos ver, o tamanho era um grande impeditivo de mobilidade, era difícil sair carregando ele para qualquer lugar. E por isso, em 1989, a DynaTAC lançou o, uma versão “micro” do modelo anterior. Chamado de “telefone de bolso”, ele media 22 centímetros e lançou algumas tendências de design, como a frente flip

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\99818.jpeg


O avô do iPhone

Em 1994, outro salto de qualidade foi dado. O foi um aparelho que reuniu diversas funcionalidades bem conhecidas nos dias de hoje. Com uma frente que lembrava a de um palmtop, foi o precursor dos smartphones e da tela touchscreen. Um avanço absurdo para seu tempo e que vendeu meras 50 mil unidades.

 C:\Users\Adriel Lima\Downloads\ibm.jpg


Terceira geração da Motorola

Em 1996 surgiu a terceira geração de celulares Motorola e ela chegou para revolucionar o mercado. O StarTAC reunia praticidade e desempenho, sendo um total sucesso de vendas e até hoje considerado um dos grandes gadgets na história de telefonia móvel.

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\pelicula-de-vidro-protetora-motorola-moto-startac-D_NQ_NP_677374-MLB27425797566_052018-F.jpg


A revolução BlackBerry

Eis que em 2002 surge uma nova figura no mercado: o BlackBerry. Em 1999 a empresa já havia lançado uma espécie de Pager que só enviava e-mails e mensagens, mas com as adaptações concretas, em 2002, virou um dos celulares mais populares da história. O primeiro do mercado que possuía um teclado Qwerty, que caiu no gosto dos consumidores e recebeu imitações constantes da concorrência.

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\5T2QRGGVAJDBXNXWT4ZZW2EDLQ.jpeg


Um novo mundo: os smartphones

Em 2007 surge uma nova revolução no mercado de celulares: O iPhone da Apple. A companhia de Steve Jobs deixou para trás gigantes da telefonia, pois lançava um gadget com um nível de funcionalidade, interatividade e conectividade jamais visto. As outras empresas começaram a buscar lançamentos para concorrer e apenas em 2012 chegou um adversário a altura: o Galaxy da Samsung.


Mas vamos começar do início então...


O Criador

Steve Paul Jobs, nascido em São Francisco, Califórnia no dia 24 de fevereiro de 1955. Filho adotivo do mecânico e membro da Guarda Costeira Paul Jobs e da costureira Carla Jobs, a família morava em Mountain View, na Califórnia, dentro da ária que mais tarde se tornaria conhecida como Vale do Silício. Jobs cursou a Hometead High Scool entre 1968 e 1972. Nessa época, conheceu Steve Wozniak, que fazia especialização em programas e circuitos integrados. Depois de seis meses abandonou a o curso, mas continuou frequentando a faculdade, como ouvinte, das aulas de caligrafia, que posteriormente destacou como importante para sua formação. Em 1974, Steve Jobs trabalhou como designer de videogames na Atari. Depois de vários meses. Steve deixou a empresa e viajou para a Índia em busca de enriquecimento espiritual.


Criação da Apple

Em 1976, Jobs e Wozniak instalaram uma “fabrica” de computadores, na garagem da casa da família de Jobs na Califórnia. Em 1976 é lançado o computador "Apple I", o primeiro computador pessoal, vendido já montado, que era apenas uma placa mãe coberta com alguns chips e instalada em uma caixa de madeira. Em 1977 é lançado o computador "Apple II", que apresentava um mouse e um disco rígido interno. Com o passar dos anos, as criações de Jobs e Wozniak revolucionaram a indústria de computadores, tornando as máquinas menores e mais baratas. Em janeiro de 1984 é lançado o "Macintosh" apelidado de "torradeira bege", que esquentava muito, pois não tinha ventilador. Apesar do sucesso das vendas e do desempenho superior aos PCs da IBM, o Macintosh não era compatível com a IBM. Centralizador e explosivo, nesse mesmo ano, Steve Jobs é afastado de sua própria empresa, por divergir das táticas de vendas

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\appleieii.jpgC:\Users\Adriel Lima\Downloads\first-mac.jpg 

Em 1986, Steve Jobs compra a empresa de animação de George Lucas, que mais tarde se tornou a Pixar Animation Studios. Depois de investir 50 milhões de dólares na empresa, passou a produzir filmes como Toy Story e Procurando Nemo. Em 2006, o estúdio se fundiu com os estúdios Walt Disney.

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\pixar-in-95.jpg

Depois de deixar a Apple, Steve Jobes criou a NEXT, uma empresa para desenvolvimento de softwares. Depois de dez anos, a empresa foi comprada pela Apple.

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\9f7a6c797053f649459b1800-750.jpg


Retorno à Apple

Em 1997, Steve Jobs retornou ao cargo de CEO da Apple e iniciou o processo de revitalização da empresa. Com uma nova equipe administrativa a Apple lança produtos revolucionários, como o “iPode”, lançado em 2001, obrigando a indústria fonográfica a se reinventar. Em 2007 é lançado o "iPhone", celular com o comando feito com os dedos na tela digital, com acesso a internet e facilidade na criação de aplicativos. No ano de 2009, lança o computador de mão o "Netbook", pequeno e de fácil acesso a internet. Nesse mesmo ano, lança, o novo produto da Apple. Em junho de 2011, Steve Jobs anuncia o "iCloud", que resolveria o problema de armazenamento de arquivos, fotos, músicas e aplicativos serão guardados em "nuvens" que são potentes servidores.

C:\Users\Adriel Lima\Downloads\stevejobs.jpgC:\Users\Adriel Lima\Downloads\download (1).jpeg

A partir daqui as concorrentes começaram a correr atrás de algum produto que seria parecido ou superior ao revolucionário iPhone da Apple, então surgiu o Samsung Galaxy.

Em 2009 é lançado o primeiro smartphone da linha Galaxy (com o sistema Android). Mais somente em 2010 é lançado a linha Galaxy S, que anos depois seria uma das linhas de smartfones mais comercializadas do mundo, com seus aparelhos Galaxy S, todos concorrendo diretamente com os iPhones.


"E você, participou de alguma geração? Já teve um “famoso” tijolão? Conte para gente! No próximo capítulo você vai ler sobre a primeira transmissão de rádio"


Leia mais:

Capítulo 1:  

Capítulo 2:

Capítulo 3:

Capítulo 4:


Fontes:

Dê sua opinião:


Veja também:

Prepare-se para não dormir está noite!

Prepare-se para não dormir está noite!

"A gente vem querendo ensinar e fica querendo ficar mais para aprender"

Técnicas de Voz

Técnicas de Voz