Jornal impresso: de Júlio César a Gutenberg
Fale conosco (86) 98825-6602

Jornal impresso: de Júlio César a Gutenberg

Nesse terceiro episódio da saga sobre A Evolução dos Meios de Comunicação, vamos falar sobre o surgimento do jornal.


Por Matheus Lima

O jornal impresso foi um dos primeiros meios de comunicação que existiu, dizia-se que os marinheiros usavam este meio para fazer comércio marítimo, se isso for verdade pode-se dizer que além de informar, o jornal impresso serviu como propaganda para vender objetos, isto há alguns séculos atrás. Onde e como o jornal impresso surgiu? Qual era sua verdadeira intenção? Estas perguntas e muitas outras estarão sendo respondidas na leitura deste capítulo.

As várias histórias do surgimento do jornal impresso encontra-se em alguns livros e pesquisas já realizadas, mais tudo indica que o primeiro jornal surgiu pelo o Imperador Júlio César, através de pesquisas nota-se que Júlio César ousou quando utilizou o jornal para falar com a população do seu império, como participava de muitas guerras militares, o veículo ajudou-lhe na divulgação das notícias relacionadas sobre as guerras e através disso acredita-se que ele fez um marketing da sua imagem. A Acta Diurna era uma publicação oficial do Império Romano, criada no ano de 59 A.C. durante o governo imperial de César. Ela trazia notícias diariamente para a população de todos os cantos do Império (e de fora dele) falando principalmente de conquistas militares, ciência e de política.

Com o surgimento deste jornal, nota-se que também surge o profissional conhecido como “jornalista”, pois os mesmos começam a ser correspondentes do império Romano, buscando notícias para “alimentar” o jornal com informações. A profissão jornalista surge nesta mesma época.

A Acta Diurna era um jornal escrito em tábuas de pedras e erguido em praça pública, para que a população pudesse ler, as pessoas eram muito carentes, não tinham condições de comprar o jornal caso fosse impresso no papel, pois o papel na era muito caro, então Júlio César funda esta ideia, que foi usada até o império de Augusto. Nesta parte nota-se que o auditório que Júlio César queria atingir, era o auditório universal, pois não queria que as informações escritas chegassem apenas para os ricos da época, mais sim queria atingir a população em comum sem restrições.

Pedra de Palermo registra a história dos reis do Egito.

Ao ver uma Acta Diurna, deve-se abrir em questão o tempo que se demorava a veicular as informações, pois o trabalho feito aqui era totalmente manual, demoravam-se mais ou menos dois dias para que a informação de acontecimento já passado fosse publicada para o povo. Hoje em dia fica difícil imaginar uma situação desta, com varias tecnologia desenvolvidas, as pessoas já estão habituadas a ter a notícia no mesmo dia, ou melhor, no momento do seu acontecimento.

Entretanto as coisas começam a mudar quando o alemão Johannes Gutenberg inventou a prensa de papel, um feito muito grande para a época.

Está invenção causou um impacto para o jornal impresso, possibilitando a impressão de vários jornais ao mesmo tempo, e com isso as notícias publicadas nos veículos começaram a ser factuais, isto fez com que as notícias não chega-se “atrasadas” para as pessoas. 

Google imagens

A revolução na época foi tão grande, que alguns autores afirmam que a prensa de papel de Gutemberg tirou o mundo de vez da Idade Média, levando o mundo para a Era da Renascença, com o despertar definitivo da ciência e do jornalismo profissional.

Contudo este foi o surgimento do jornal impresso no mundo, hoje com algumas tecnologias a mais, só que a sua essência não mudou, ou melhor, o seu papel continua o mesmo trazer informação para as pessoas.


"No próximo capítulo vamos ver como Samuel Morse inovou no jeito de se mandar mensagens."


Leia mais:

Capítulo 1 - Comunicação: O início de tudo

Capítulo 2 - Pombos-correios: Os mensageiros do ar 

Dê sua opinião:


Veja também:

Cuidados com a voz foi assunto do Mais Comradio

Cuidados com a voz foi assunto do Mais Comradio

Filmes que os protagonistas são jornalistas

Filmes que os protagonistas são jornalistas

PARABÉNS: Relação de Alunos aptos a Colar Grau - Turmas 2018/2

PARABÉNS: Relação de Alunos aptos a Colar Grau - Turmas 2018/2